No javascript

Produção e Criação de Hip Hop

Cursos ETIC (1 ANO)

Duração: 280 horas

Datas: Outubro a Julho

Horário: Turma 1: 2ª, 4ª e 6ª / 19H-23H
Turma 2: 3ª, 4ª e 5ª / 19h - 23h

Participantes: 8-16 Alunos

Idioma: Português

Formato: Aulas presenciais e projetuais. Inclui também aulas online.

Galeria

Apresentação

O objetivo deste curso é abrir a porta para a parte criativa de uma cultura que é hoje das mais importantes no plano musical – trata-se do género musical mais ouvido no mundo, de acordo com números oficiais fornecidos pela indústria musical americana em finais de 2018.
Em Portugal, o Hip Hop tem igualmente estado na origem de uma série de fenómenos que consistentemente têm quebrado recordes e chegam aos principais palcos dos nossos festivais. A música produzida neste âmbito foi recentemente distinguida, por exemplo, na primeira edição dos Prémios Play, galardão que a indústria atribui à música que maior impacto consegue no presente. Os alunos ao longo deste curso vão desenvolver conhecimentos de base nas áreas-chave do Beatmaking, das rimas e da gravação em estúdio, numa vertente mais técnica. Por outro lado, numa vertente mais teórica, adquirem conhecimentos significativos no campo da história musical do género abordado, enquanto também ficam a par das novas regras de mercado e estratégias de gestão artística que hoje são essenciais na afirmação de qualquer carreira.

O curso é assim ideal para jovens talentos que procurem ferramentas para se lançarem no mercado da música, para artistas que queiram compreender as linguagens que os rodeiam (um MC comunicará melhor com o seu produtor se falar a sua linguagem, um MC terá melhores noções musicais se tiver conhecimentos técnicos ao nível da construção de beats, etc.), ou para outros profissionais (jornalistas, radialistas, agentes, managers) que procurem conhecimentos sobre as dinâmicas criativas de um género que é hoje omnipresente no mundo da música e que ocupa os lugares cimeiros na pirâmide de consumo e popularidade.

Saídas PROFISSIONAIS

  • Produtor/Compositor de Hip Hop e seus sub-géneros.
  • Beatmaker.
  • MC.

Programa Erasmus+ e Estágios

Os alunos ETIC, no final do curso e mediante o seu desempenho, podem candidatar-se a um estágio internacional através do Programa Erasmus+.
Podem igualmente candidatar-se a um estágio numa empresa portuguesa da área do curso através do Departamento de Integração Profissional e Erasmus+.

Coordenação e Tutoria

DANIEL FREITAS (TNT) — RESPONSÁVEL DE CURSO

Rapper e Produtor com 20 anos de carreira e cinco álbuns editados. Fundador e Manager da editora independente Mano A Mano. Licenciado em Marketing e Publicidade pelo IADE / Especialização em Produção e Marketing Musical na Restart. Formador na ETIC desde 2018.

www.manoamano.pt

JOÃO FERREIRA GOMES — COORDENADOR
Músico, Produtor e Professor, já tocou com bandas e artistas como LX-90, Delfins, Mazgani, Rita Redshoes, JP Simões e Valete e trabalhou em dezenas de álbuns desde os anos 90.
Técnico de Som e Pós-produtor.

ANDRÉ PRISTA — GESTOR PEDAGÓGICO
Produtor, Músico, Compositor, Técnico de Som.
Teve a primeira banda aos 15 anos e, aos 17 anos, o primeiro gravador de 4 pistas.
A paixão pela música e pela engenharia de som foi sempre alimentada pelas diversas oportunidades da vida quer pessoal quer profissional.
Trabalhou com nomes como Bob Katz, Brian “Big Bass” Gardner, Dennis Ward, André Matos (Angra), Rafael Bittencourt, Henning Basse, Akira Takasaki, entre outros.
Abraçou o projeto pedagógico ETIC onde exerce a função de Gestor Pedagógico e professor há 15 anos.

NUNO RUA — TUTOR

Sound Designer, Técnico de Som, Diretor de Som para Cinema, Pós-Produtor e Tutor no curso Higher Nationals Sound Design For New Media Production na ETIC, desde 2014. Dirige, pós-produz e mistura trabalhos com maior foco nas áreas do Cinema e Televisão documental onde assinou as biografias de Jorge Listopad, Eduardo Prado Coelho, Joana Vasconcelos e Maria Gabriela Llansol. Colabora com artistas de diversas áreas, tais como, a exposição “Overflow” do artista Tadashi Kawamata @maat e a exposição”A Tendency to Forget” de Ângela Ferreira @museu Berardo, obra vencedora do prémio BES NOVO FOTO 2015, que atualmente faz parte do espólio do museu Tate Modern London.

Plano Curricular

UNIDADE 1 // HISTÓRIA DO HIP-HOP

Uma introdução à história do Hip-Hop, oferecendo uma perspetiva da sua evolução e transformação, desde finais dos anos 70 até ao presente.

UNIDADE 2 // BEATMAKING

Os diferentes métodos de criação de beats com o input de diferentes produtores, da MPC ao Ableton Live, do sampling à utilização de soft synths e VST’s.
Introdução ao DJing com técnicas de scratch e live performing.

UNIDADE 3 // PRODUÇÃO, MISTURA E MASTERIZAÇÃO EM ESTÚDIO

Como enfrentar o microfone num estúdio se se for um MC, como abordar a mistura se se for um produtor ou DJ: conhecimentos para navegar o estúdio, comunicar com engenheiros de som e dominar os princípios básicos da gravação e da mistura.

UNIDADE 4 // MC’ING

A escrita criativa, construção de rimas, as diversas técnicas de organização de palavras em cima do beat, os diferentes flows, a colocação de voz, a utilização de metáforas e punchlines: aqui desmonta-se a arte da rima através da perspetiva de diferentes rappers no ativo.

UNIDADE 5 // MARKETING MUSICAL

Hoje vivemos um mercado musical em constante mudança: como funcionam as novas dinâmicas impostas pelas plataformas digitais, como usar as redes sociais a favor da construção de uma imagem e de um nome, que estratégias adotar para enfrentar o mercado contemporâneo.

UNIDADE 6 // PROJETO MULTIDISCIPLINAR ETIC_IDEIA
  • Laboratório de Inovação e Criatividade.
  • Criação e desenvolvimento de um projeto multidisciplinar.
  • Trabalho em equipa constituída por alunos de várias áreas de especialidade ou de diferentes cursos.
  • Criação de conceitos, conteúdos e produtos com potencial de mercado e que considerem os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pelas Nações Unidas para este milénio.
  • Desenvolvimento de estratégias e processos inovadores tendo em conta a sustentabilidade ambiental e social, e as potencialidades da economia circular.
  • Potenciar a ação local pensando em problemáticas globais, com consciência da importância da participação de cada pessoa no Mundo.
  • Continuação da preparação para contextos reais de desenvolvimento e implementação de projetos.
  • Apresentação à comunidade escolar, profissional e cultural.

Professores

TNT (Daniel Freitas): Rapper, produtor e editor (manoamano.pt)

BEWARE JACK (Fabio Timas): Rapper e membro da dupla Classe Crua

NERVE (Tiago Gonçalves): Rapper e produtor, fundador das sessões de poesia PURGA

CHARLIE BEATS: Engenheiro de som, produtor proprietário do estúdio Ground Zero

MADKUTZ: Produtor e beatmaker de nomes como NGA, Força Suprema e Estraca

RUI MIGUEL ABREU: Jornalista, radialista e director da plataforma Rimas & Batidas

MARIA (DAVID ALMEIDA): Produtor e Beatmaker associado ao coletivo Monster Jynx.

BENJI PRICE (JOÃO FERREIRA): Rapper, Produtor e Beatmaker, um dos fundadores da THINK MUSIC, uma das editoras de proa das novas tendências da música urbana em Portugal.

Equipamento

Salas de computadores equipadas com workstation de trabalho individuais Apple iMac com Headphones, Placa de som e Teclado MIDI.
Programas utilizados: Cubase, ProTools, Logic e Live.
Espaços para concertos com palco, PA e estações de DJ Pionneer.
Instrumentos musicais variados, entre eles: guitarras elétricas e acústicas, baixo elétrico, bateria acústica (Fender, Stratocaster, Telecaster, Jazz Bass, Yamaha).
Estúdios de Som equipados com Universal Audio, Audient, Pre-amps Valvulados, sistemas AVID Pro-Tools HD, Cubase e Ableton LIVE com recurso a plugins da Waves, Fab Filter e UAD.
Monitores de som Genelec, M-Audio, Adam. Mesas de mistura (Midas, Allen & Heath, Behringer e Yamaha).
Gravadores digitais HD Fostex, processadores (Lexicon, TLAudio, SPL, Yamaha).
Microfones (Neumann, Sennheiser, AKG, DPA, Shure, Sanken, Studio Projects)
Equipamentos portáteis de gravação (Sound Devices, Tascam e Roland).

Candidaturas

Bolsa de Mérito:
Tendo em conta o momento que vivemos, a ETIC atribui uma Bolsa que visa ajudar os alunos no pagamento dos seus cursos, mediante o seu aproveitamento no curso.
Para mais informações consultar aqui.

Requisitos:
12.º Ano de Escolaridade.
Carta de motivações / razões pelas quais se candidata e objetivos profissionais (via e-mail).
Apresentação de portefólio ou showreel, caso possua.

O que devo fazer para iniciar a minha candidatura?
> Preencher o formulário na página do curso em que estou interessado >  PEDIR INFORMAÇÃO

Quais os passos seguintes?
Irá receber um email de confirmação com informação sobre:
> Marcação de entrevista
> Visita à escola (opcional > pode agendar na página CANDIDATURAS)

Convidamos a conhecer o ambiente criativo e próximo que se vive na Escola, através de visita acompanhada aos estúdios, ateliers e salas de formação.

Candidaturas de Maio a Setembro.

Condições

Inscrição:
100€ para pronto pagamento ou pagamento em 9 prestações.
180€ para pagamento em 12 ou 18 prestações.

Opções de pagamento para residentes:
Pronto pagamento: 2.541,50€ (15% desconto).
9 prestações: 312,29€ (6% desconto).
12 prestações: 234,22€ (6% desconto).
18 prestações: 166,11€.

Opções de pagamento para cidadãos sem residência fiscal em território nacional:
Pronto pagamento: 2.541,50€ (15% desconto).
1ª prestação(*): 843.18€ mais 9 prestações de: 218.60€.
(*) Valor a liquidar no ato da matricula e não reembolsável em caso de desistência.

Outros descontos:
Ex-alunos.
Parcerias.

CONDIÇÕES GERAIS
Os preços e condições de pagamento podem sofrer alterações até ao início das inscrições. A abertura de cada curso/turma/horário está condicionada a um número mínimo de inscrições. A inscrição no horário pretendido é limitada ao número de vagas disponíveis.
O ensino é presencial e projetual. As aulas são lecionadas nos formatos de ensino presencial ou online, de acordo com necessidades impostas pelo COVID-19, protegendo a Comunidade, ou de acordo com adequação pedagógica.
O programa do curso inclui aulas sem professor para desenvolvimento de exercícios autónomos e práticas projetuais. O trabalho autónomo ou projetual é importante para o progresso do aluno nas suas aprendizagens.
Os professores podem solicitar o desenvolvimento de trabalhos fora do horário estabelecido para as aulas.
Eventualmente podem ser marcadas aulas fora do horário estabelecido, por exemplo para responder a projetos que exigem essa flexibilidade, para atender a necessidades de equipamento específicas dos projetos, para resposta a exercícios feitos em contexto real com parceiros, ou por qualquer outro motivo que apoie a melhor consecução do programa.
As aulas técnicas específicas e/ou workshops podem ocorrer aos sábados.
A duração de cada aula pode variar em função da sua natureza teórica ou prática.
A turma pode ser dividida em grupos para melhor aprendizagem e intensificação do desenvolvimento de projetos e matérias.
O programa curricular e o elenco de professores do curso podem ser alterados por razões de adequação pedagógica ou por motivos de força maior.

Para mais informações contacte-nos.

Outros cursos

Everything Is Now.
Learn. Do. Create.
BEGIN HERE Get Everywhere.
Dare To Try.