Aluna de Design de Moda da ETIC ganha concurso para novas fardas do Hospital da Horta, nos Açores

Aos 26 anos não podia estar mais feliz. E orgulhosa. “Quando vir as fardas desenhadas por mim vestidas pelos profissionais do Hospital da Horta, acho que nem vou acreditar. Veremos se aguento: será demasiada emoção para o meu tamanho”.

Em tom bem-disposto, Joana Oliveira tem em mãos o maior desafio profissional da sua vida. Participou num concurso nacional lançado pelo hospital açoriano e venceu. “Quando recebi o email a dizer que tinha sido a escolhida, nem queria acreditar. Senti um orgulho imenso”, conta.

Surpreendida, Joana colocou mãos à obra. E no mês passado esteve na Horta, acompanhada por Dora Nobre, gestora pedagógica do curso de Design de Moda e Inovação, para um primeiro encontro com a administração do hospital. “Inicialmente, senti-me um pouco nervosa, mas o apoio da Dora foi fundamental. Ajudou-me a abrir o espírito para eu estar mais confortável”, refere.

Recebidas as indicações do cliente, Joana tem agora um verão cheio de trabalho e sem praia. “É por uma boa causa”, reconhece. Em setembro será tempo para apresentar a maqueta final das fardas. “Estou mesmo focada nisto. É o meu primeiro projeto profissional em termos de design. É a minha imagem e a da ETIC que está em jogo. A escola tem de ficar bem representada”, diz, entusiasmada.

Finalizados os dois anos do curso Design de Moda e Inovação - HND, Joana Oliveira está contente com a escolha que fez. “Sem a ETIC não conseguiria ter chegado onde cheguei. Devo muito à escola e a muitos dos professores”, conclui.